Por que tia? Porque sou tia de muitos e vó só de dois, por isso não é o blog da Vovó Dedê. Aqui esvaziarei o coração quando estiver muito cheio; preencherei minhas noites insones; inicio algo concreto para o tempo de aposentada que se avizinha.
Desejo escrever meu dia-a-dia difícil e revisar com palavras e sonhos meu cotidiano e comunicar meu interior, vivido e experiente. Encontrar amigos, leitores, parentes aos quais oportunamente poderei homenagear.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Oração da noite

Nos últimos anos de vida da minha mãe, no seu leito terminal, eu a ouvia balbuciar palavras mas não conseguia captar todas elas, sabia que era uma oração porque sempre entendia as primeiras palavras; "com Deus eu me deito..." Fiquei durante muitos anos perguntando aos familiares mais velhos o restante dessa oração. Ninguém sabia. Ontem, Deus (e, não o acaso, como pensariam alguns) colocou-me nas mãos um convite para as festas da Padroeira da Paróquia da Piedade (última Paróquia de vida de mamãe). E, para minha grata e feliz suspresa eis que encontro neste convite a oração da noite que mamãe tanto rezava, ao deitar, durante toda sua vida, e, nos ultimos tempos de vida, quase de hora em hora... " Com Deus eu me deito, com Deus me levanto, com a graça divina e o Espírito santo. Deito na minha cama, muito bem acompanhada, Jesus Cristo no meu travesseiro, Nossa Senhora ao meu lado. Deito com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Nossa Senhora a me cobrir com seu divino manto." [Pai Nosso; Ave Maria e Gória ao Pai] Por isso sempre falo, tudo ao seu tempo, porque o tempo no tempo se revela. É um trocadilho que costumo repetir.

Um comentário:

Marcelo Mezzomo disse...

A oração original é:
"Me deito nesta cama muito bem acompanhado, com Jesus no travesseiro e Nossa senhora do lado, com Deus eu me deito com Deus me levanto , com o amor e a graça do Divino Espitito Santo, Nossa senhora do pranto me cubra com seu manto, se com ele eu coberto for não terei medo nem pavor, arrenego ao demonio, creio em Jesus Cristo , filho de Virgem Maria, nos guardai por esta noite e amanhã por todo dia, que meu corpo não seja preso nem minha alma perdida, nem meu sangue derramado nas mãos dos meus inimigos...amém"
Aprendi com meu pai e ele aprendeu com o seu avô